sexta-feira, 25 de abril de 2008

O Mundo É Grande...

O mundo é grande e expressivo,
E eu queria apenas me deitar na grama
E olhar o céu.

Queria que o azul do céu me inundasse,
Me arrastasse,
Me fizesse esquecer a amargura do peito.

Queria apenas a ingenuidade do olhar,
Sem nada mais em que pensar a não ser
Em como o mundo é grande!

E me ver pasma diante a imensidão.
E depois de embriagar os olhos com o azul,
Fechá-los.

Mante-los previamente fechados.

E não sentir mais nada além do ar entrando em meus pulmões,
E uma vontade mordaz de permanecer assim,
Sentindo prazer de existir.

De dizer sim a vida a cores,
De dizer sim a arte de sobreviver.
Porque o mundo é grande,
É grande e expressivo.

Nenhum comentário: