sexta-feira, 9 de julho de 2010

Teu cheiro

teu cheiro na minha pele,
no meu travesseiro,
no meu ar.

teu cheiro,
ainda que eu fique
sem respirar,

brota do coração,
infesta os pulmões
e o ato
de imaginar.

Nenhum comentário: