domingo, 14 de abril de 2013

Talvez a solução para toda mulher triste fosse retocar a maquiagem.
Deixar os cílios marcados, a pele lisa, a boca incandescente.
Fazer a beleza do rosto iluminar o globo do olho e o canto da alma.
Brilhar mais que a dor.
Toda mulher triste, porém, deve evitar o uso do lápis de olho.
Este, involuntariamente, induz a tragédia, a lágrima sorrateira que borra a maquiagem.
Depois de pronta, com o cabelo arrumado, pode se usar um coque ou optar pelo charme do cabelo solto.
É preciso admirar-se na frente do espelho, até que de repente, numa fração de segundos inesperados, se esboce um sorriso tímido e envergonhado.
Mantenha-se olhando no espelho até que esse sorriso torne-se natural.
Sem se dar conta, estará linda e irradiante. Não haverá mais espaço para dor.
Só haverá deslumbre e encantamento, nenhuma dor resiste a uma mulher bonita.

Um comentário:

Lo Lo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.